ou melhor, como validar uma ideia

Hoje no mundo cada dia mais globalizado, onde a internet tornou mais acessível as informações de como fazer isso ou aquilo, fez com que pessoas empreendessem em suas ideias, desde um simples negócio de vendas de balcão até a criação de um aplicativo que cruza informações de diversas bases de dados, tornando mais fácil a vida do usuário para executar uma tarefa ou chegar a uma informação.

  • Mas como saber se nossa ideia é válida?
  • Como tirar essa ideia do papel?
  • Como tornar a ideia num produto ou serviço?
  • Será que meu produto dará certo?
  • Quais problemas ele resolve?
  • Como vou testar minha ideia?
Image for post

Essas perguntas estão sempre tirando o sono, de quem está buscando empreender sobre uma ideia na qual se tem a convicção de que a mesma irá solucionar um problema.

Atualmente sou sócio da Teamsoft, diariamente busco, juntamente com minha equipe, ajudar nossos clientes e parceiros a validar suas ideias, inicialmente imergimos no problema que suas ideias visam resolver para entender como a mesma irá ajudar a solucionar a questão.

Para isso formatamos alguns passos de como validar uma ideia, com base em experiências e know-how de projetos passados.

Primeiro passo para “derrubar”, (ops!) desculpe, eu quis dizer VALIDAR uma ideia é pesquisar no mercado se existe algo igual ou parecido com o insight que você teve, ou mesmo alguma outra solução que busque resolver o mesmo problema que sua ideia.

Caso encontre uma empresa, produto ou serviço que já busque resolver o mesmo problema que sua ideia, pense:

  • Quais são seus diferenciais?
  • Como sua ideia melhora o processo?
  • Consigo solucionar com mais qualidade?

Hoje o mercado não tem mais a máxima de que “o caro é o melhor”, e sim de quem coloca em foco o cliente/usuário para melhor atender suas necessidades.

O empreendedor quando tem aquela “grande ideia”, precisa fazer uma pesquisa minuciosa e profunda dos concorrentes, como falei acima, se realmente sua ideia soluciona um problema e se a mesma agrega um diferencial, (no caso de existir um ou mais concorrentes) valide se o mercado está satisfeito com as soluções apresentadas, verifique se abrange a mesma região ou perfil que deseja alcançar.

Image for post

No final isso será primordial para decidir seguir ou não em frente.

Uma das etapas de validação é ser o “do contra”, começar a pensar em tudo que pode atrapalhar o processo de criação da sua ideia. Esse é o momento em que o empreendedor tem que realmente ter resposta para tudo que for trazido como “problema” ou “falha” na ideação.

Nessa etapa você tem que conseguir pensar e identificar GAPs em sua ideia ou solução, com isso você pode começar a mapear evoluções para sua ideia.

Hora de expor sua ideia, captar a percepção do mundo sobre ela. Onde buscamos conversar com as pessoas que confiamos, se necessário uma pesquisa mais ampla, buscamos profissionais do mercado que a ideia envolva, se for o caso até fazemos uso de um NDA (Acordo de não-divulgação). Registre tudo, críticas construtivas ou não e caso necessário volte para ideação para realizar ajustes em sua ideia.

Quanto mais e melhor detalhada for a definição da sua ideia, do que a solução que possa existir para o momento dentro do mercado, isso é um bom sinal, sua ideia poderá ser mais interessante que as propostas já existentes.

Image for post

Porém uma regra deve ser sempre seguida nessa etapa, ao selecionar as pessoas para quem você irá abrir sua ideia e conversar sobre, fuja de pessoas que falam somente o que lhe agrada (“puxa-sacos”) ou aqueles que querem apenas “te derrubar”, procure por pessoas neutras, profissionais e competentes.

Minha equipe e eu buscamos conversar com outros empresários, mentores, especialistas da área em questão, uma boa pesquisa no LinkedIn ajuda a encontrar essas pessoas, que muitas das vezes estão abertas a novos networks e troca de experiências.

Tornar sua ideia escalável significa, que você conseguirá reproduzir-la repetidamente em grande quantidade e com ganhos de produtividade.

No mundo hoje a busca por solucionar problemas do nosso cotidiano ou mesmo melhorar serviços, hoje mal prestados, fez nascer centenas de milhares de startups que visam solucionar questões, na busca “eterna” de atender cada vez mais um número maior de clientes/usuários, utilizando uma estrutura “enxuta” e comum a todos.

Uns bons exemplos são as ferramentas online, conhecidas como SaaS (software as a service), aplicações que prestam serviços como Uber, Gmail, AirBnb, e Netflix , essas mais famosas.

Nós da Teamsoft, temos hoje dois SaaS, sendo desenvolvidos com base em ideias levantadas para solucionar problemas de forma mais fluída. São eles:

Deliverize.com.br — Que vem na busca da otimização do processo de delivery de pequenas e médias empresas, que optaram por usar canais como Whatsapp, Instagram, Facebook ou mesmo o telefone para continuar vendendo em momentos de pandemia.

Fenzu.com.br — O mais novo projeto da empresa. A plataforma que visa ser uma facilitadora no processo de compras das empresas e do próprio comprador, criando um canal de comunicação entre empresas e fornecedores.

Parabéns!

Image for post

Após executar todos essas etapas, se sua ideia ainda continuar de pé, significa que ela é válida e seu próximo passo é traçar objetivos, metas e iniciar o planejamento para executar um MVP.

Vamos validar sua ideia, marque uma conversa com o time da TeamSoft, nós teremos um imenso prazer em ajudar a tirar sua ideia do papel.

Duda Bastos
CMO/CXO at TeamSoft and
Co-founder at Deliverize startup