Alinhando pessoas e criando produtos de forma objetiva

Uma sequência de atividades é conhecida como Lean inception, para ordenar uma equipe e executar etapas na criação de um produto. 

Muitos são os desafios encontrados no momento de criação de um produto. Pois, normalmente, surgem diversos caminhos para seguir. O Lean Inception é o método que vai resolver essa questão. 

O conceito que explica o termo Lean Inception surgiu a partir de projetos que utilizam o método RUP, Processo Unificado Rational, dessa forma Paulo Caroli pensando em maneiras de facilitar processos, uniu o RUP com a metodologia Lean.

Para facilitar o entendimento de tudo sobre Lean Inception, segue um breve artigo sobre esse conteúdo.

O que é o termo Lean Inception?   

O termo Lean Inception é a junção do método Lean Startup com uma etapa do Rational Unified Process (RUP), de significado Processo Unificado Rational. E pode ser definido como uma especialidade para ajudar empresas e pessoas a criar um produto novo.  

O Lean Inception capacita uma equipe, formada para alinhar um grupo que colocará em prática um ciclo de atividades, e assim possibilitar a criação de um Produto Mínimo Viável (MVP). 

Esse conceito surgiu a partir da experiência de Paulo Caroli, autor do livro e best seller “Lean Inception: Como Alinhar Pessoas e Construir o Produto Certo”. 

Paulo Caroli é bacharel em informática e mestre em Engenharia de Software, pela PUC, ele relata todo o seu conhecimento e desafios ao adotar o Lean Inception em empresas  em seu livro .   

Para compreender melhor sobre o funcionamento do Lean Inception é necessário entender cada metodologia que o compõe e o que elas têm a oferecer.  

Rational Unified Process (RUP) 

Método criado pela Rational Software Corporation, durante os anos 90, 

O RUP, Processo Unificado Rational, é baseado na Unified Modeling Language (UML), em português, Linguagem de Modelagem Unificada. 

Os processos que envolvem o RUP são desenvolvidos visando uma forma de aproximar cliente e equipe de desenvolvimento de um produto, sempre buscando produtividade para o projeto. São práticas do RUP: 

  • Desenvolvimento interativo; 
  • Gerenciamento por requisitos; 
  • Arquitetura em componentes; 
  • Modelos visuais; 
  • Foco em qualidade; 
  • Controle das mudanças. 

Parece familiar? É isso, estamos falando de um método ágil e parecido com o Scrum, tendo princípios e práticas parecidos. Porém existe a diferença de que o RUP possui uma documentação de forma mais completa e mais lenta em relação ao Scrum.  

O objetivo deste artigo é compreender o que significa o Inception e o que ele tem a agregar ao Lean Inception, então vamos manter o foco na compreensão do que é abordado apenas no Inception.

Inception 

A fase Inception, que em português significa criação, tem os objetivos principais de definir propósitos, arquitetura e realização de planejamentos para processos dos projetos. Para definir todas as etapas é preciso realizar entrevistas com os stakeholders. Desvendado de onde surgiu o termo inception do Lean Inception, só resta agora o Lean. Então, continuemos.

Lean Startup   

A insatisfação do Lean Manufacturing fez surgir um modelo novo de negócio direcionado para startups, fundamentado nisso, o Lean Startup, originou o livro “A Startup Enxuta” escrito por Eric Ries.

O modelo de uma startup mais objetiva, compreende os caminhos para um trabalho de inovação e para a criação de um negócio sustentável.  

Nesse contexto, para a criação de um projeto, Eric Ries notou que uma startup sempre traz novos  aprendizados e, para otimizar o desenvolvimento de projetos, fundamentou o ciclo construir, medir e aprender. De forma que, as fases irão se desenvolvendo até a versão do MVPl. 

Uma vez tendo compreendido todos os termos e conceitos que compõem o Lean Inception, é o momento de entender o que é o método Lean Inception.

Método Lean Inception   

O método Lean Inception, como já explicado, é a junção do Lean Startup com a etapa Inception do RUP. 

Esse modelo tem fundamento para a construção de novos produtos, geralmente para produtos digitais, que costuma ser aplicado, para negócios pequenos  que precisam de orientação para elaboração de produtos ou serviços. 

O maior problema encontrado na hora da criação de novo produto, é a gestão do tempo e consequentemente, o consumo de gastos e de recursos da empresa.  

Por isso, com o MVP ou produto concluído, a possibilidade do mercado já estar saturado e sem demanda é grande. Esse é um problema cada dia mais recorrente e que faz muitas empresas fecharem suas portas e decretar falência. 

A aplicação do método Lean Inception é de extrema importância para isso não ocorrer. Com auxílio deste método, é possível o alinhamento dos processos e pessoas para a criação dos produtos.  

Uma maneira eficiente de executar o Lean inception é organizar um Workshop, programado de forma objetiva com prazo de 5 dias.

Duda Bastos
CMO/CXO at TeamSoft and
Co-founder at Deliverize startup